677

Sepulcro,
ou o lugar no peito
onde aprisionados jazem
os homens e mulheres que um dia amei.

E antecipo a sua fuga para que de
descanso seja feita a alma mas
grudados permanecem o tormento
clandestino que me assola o
sentir.